terça-feira, 2 de novembro de 2010

O LOUVOR DE DEUS NA BÍBLIA

O LOUVOR DE DEUS NA BÍBLIA


“Louvai ao Senhor, porque o Senhor é bom;
cantai louvores ao seu nome, porque é agradável”. (Sl 135, 3)[1]


             O louvor a Deus, ou mais amplamente o louvor de Deus, no qual tudo deve proclamar que Deus é Deus, é o carisma da Fraternidade Jesus Salvador, mas na perspectiva bíblica o que é louvar?
            No hebraico o verbo halal, do qual procede a palavra aleluia, louvar a IHWH, é utilizado  no sentido de elogio, ou estar profundamente agradecido a alguém, exaltar (por exemplo a beleza humana), na bíblia hebraica é aplicado a Deus, cognato ao termo brilhar (hêlel).
            Halal, e seus derivados como o substantivo tehillah (louvor, cântico, hino, ação de graças), bem como mahalal (louvor, vanglória)  são empregados empregado em algumas passagens por exemplo:

Prov 27:21
 Como o crisol prova a prata, e o forno, o ouro,  assim, o homem é provado pelos louvores que recebe.
1Crôn 25:3
 Quanto à família de Jedutum, os filhos: Gedalias, Zeri, Jesaías, Hasabias e Matitias, seis, sob a direção de Jedutum, seu pai, que profetizava com harpas, em ações de graças e louvores ao Senhor.
2Crôn 23:13
 olhou, e eis que o rei estava junto à coluna, à entrada, e os capitães e os que tocavam trombetas, junto ao rei; e todo o povo da terra se alegrava, e se tocavam trombetas. Também os cantores com os instrumentos músicos dirigiam o canto de louvores. Então, Atalia rasgou os seus vestidos e clamou: Traição! Traição!
Sal 22:22
 A meus irmãos declararei o teu nome;  cantar-te-ei louvores no meio da congregação;
Jer 31:7
 Porque assim diz o Senhor: Cantai com alegria a Jacó, exultai por causa da cabeça das nações; proclamai, cantai louvores e dizei: Salva, Senhor, o teu povo, o restante de Israel.
Sal 9:14
 para que, às portas da filha de Sião,  eu proclame todos os teus louvores e me regozije da tua salvação.
Sal 22:3
 Contudo, tu és santo,  entronizado entre os louvores de Israel.
Sal 22:25
 De ti vem o meu louvor na grande congregação;  cumprirei os meus votos na presença dos que o temem.
Sal 34:1
 Bendirei o Senhor em todo o tempo,  o seu louvor estará sempre nos meus lábios.

            Em levítico (19, 24) hilluwl é empregado como ofert de lçouvores ao Senhor, sacrifício ao Senhor.
            Nesse sentido, outro verbo utilizado para louvar é towdah (advindo de yadá, significando jogar, lançar, é desse verbo também que vem a palavra torah, ensinamento, que se tornará nómos, na língua grega, signficando lei, e dará o nome ao Pentateuco). Como no Sl 26, 7, “entoar com alta voz, os louvores e proclamar tuas maravilhas”. Utilizado também para qualificar “sacrifício de louvores” (Lv 22, 19). Portanto evoca o contexto litúrgico como no salmo 42, 4:
“Lembro-me destas coisas —e dentro de mim se me derrama a alma —, de como passava eu com a multidão de povo e os guiava em procissão à Casa de Deus, entre gritos de alegria e louvor, multidão em festa”.
            Outros exemplos:
Jos 7:19
 Então, disse Josué a Acã: Filho meu, dá glória ao Senhor, Deus de Israel, e a ele rende louvores; e declara-me, agora, o que fizeste; não mo ocultes.
Neem 12:27
 Na dedicação dos muros de Jerusalém, procuraram aos levitas de todos os seus lugares, para fazê-los vir a fim de que fizessem a dedicação com alegria, louvores, canto, címbalos, alaúdes e harpas.
Sal 26:7
 para entoar, com voz alta, os louvores e proclamar as tuas maravilhas todas.

            Um terceiro grupo é formado pelo verbo zamar, significando fazer música, cantar, tocar um instrumento musical, cf. Abaixo:

Sal 7:17
 Eu, porém, renderei graças ao Senhor, segundo a sua justiça,  e cantarei louvores ao nome do Senhor Altíssimo.
Sal 9:2
 Alegrar-me-ei e exultarei em ti;  ao teu nome, ó Altíssimo, eu cantarei louvores.
Sal 9:11
 Cantai louvores ao Senhor, que habita em Sião;  proclamai entre os povos os seus feitos.
Sal 18:49
 Glorificar-te-ei, pois, entre os gentios, ó Senhor,  e cantarei louvores ao teu nome.
Sal 47:6
 Salmodiai a Deus, cantai louvores;  salmodiai ao nosso Rei, cantai louvores.

           


A tradução grega da Bíblia Hebraica, a chamada dos Setenta (LXX), segundo século antes de Cristo, traduziu os verbos acima da seguinte maneira:

Hebraico
Tradução
Grego
Tradução
Etimologia
Tehillah
Halal
Hilluwl
mahalal
Louvar, louvor,
Engrandecer,
Dar graças
Ainew,

ainesis,

epainos,

hummnos
Louvar, exaltar, cantar louvores
Louvar, oferta de gratidão.
Aprovação,
Louvor
Hino, canção de louvor
Os três primeiros correlatos a hummnos, que provem de humem, que significa, membrana, ligame, provavelmente o material utilizado nos intrumentos musicias.
Todah
Yadá
Confissão, louvor, ação de graças, hino de louvor
Exomogew




Ainew (cf. Acima)
Aceitar, reconhecer, professar, confessar, louvar
Omológos – mesmo discurso, concordância.
Ex – de Ek – fora de...
Portanto, o que há na pessoa que concorda com o que há na outra (no caso Deus), isso é colocado para fora, confessado, testemunhado.
Zamar
Fazer música, cantar louvores ou tocar um instrumento.
psallw
Cantar um, hino, tocar um instrumento.
Psalmós – salmo.
- arrancar, puxar cabelo, cordas de instrumento, tocar instrumento.


Concluindo:
Relacionando com o Louvor de Deus, Louvor comporta desde o hebraico três principais matizes, é um engrandecer, no caso Deus, que comporta a utilização de instrumentos, a ação humana, e está intimamente ligado ao culto, ao sacrifício agradável a Deus. Portanto, é a ação humana, a vida humana em todas as suas dimensões que se torna um sacrifício agradável ao Senhor, como em muitas passagens um canto novo.



No Novo Testamento a palavra louvor não é muito utilizada, alguns exemplos, tais como o grupo de aineo, ainesis:

Apoc 19:5
 Saiu uma voz do trono, exclamando:  Dai louvores ao nosso Deus,  todos os seus servos,  os que o temeis,  os pequenos e os grandes.
Mat 21:16
 Ouves o que estes estão dizendo? Respondeu-lhes Jesus: Sim; nunca lestes:  Da boca de pequeninos e crianças de peito tiraste perfeito louvor?
Luc 18:43
 Imediatamente, tornou a ver e seguia-o glorificando a Deus. Também todo o povo, vendo isto, dava louvores a Deus.

E a dimensão cultica de todah, traduzida por aineo, se torna a exteriorização do que há no coração, e louva o Pai, por meio de Jesus.

Heb 13:15
 Por meio de Jesus, pois, ofereçamos a Deus, sempre, sacrifício de louvor, que é o fruto de lábios que confessam o seu nome.

No caso de exomologeo, um dos principais é Lc 10, 21, como já analisamos em “Lc 10: Princípio Bíblico do Carisma do Louvor de Deus”.



Exemplos interessantes:

Is 43, 21 – “ao povo que formei para mim, para celebrar o meu louvor”.

No hebraico “meu louvor” aqui é “tehilati”, que a LXX traduziu por “aretas mou”, que siginifica força e que em muitos outros lugares será traduzida por virtude, portanto o grego entende louvor como celebrar a força de Deus, o poder de Deus. No caso humano a prática das virtudes é o melhor modo de viver o louvor de Deus, a sua graça, o seu poder em nós.

Is 60, 6 – “A multidão de camelos te cobrirá, os dromedários de Midiã e de Efa; todos virão de Sabá; trarão ouro e incenso e publicarão os louvores do Senhor” .

Nesse trecho, aplicado na Liturgia ao mistério da Epifania do Senhor, no presente dos magos (Mt 2, 11), louvores do Senhor são tehiluth IHWH, que a LXX vai traduzir por sotérion Kuriou, o louvor do Senhor é a salvação do Senhor, perfeitamente aplicável na relação entre o Louvor de Deus que é a salvação do homem, o homem vivo no dizer de Santo Irineu. Portanto, também para relacionar o Carisma ao nome da Fraternidade, o Louvor maior de Deus, é o homem vivo, o homem salvo que pela sua vida proclama a vida de Deus. Louvor na ação humana que brota do mais profundo do coração humano, pois não adianta proclamar fora se não provém da Palavra presente em nosso coração:

“O Senhor disse: Visto que este povo se aproxima de mim e com a sua boca e com os seus lábios me honra, mas o seu coração está longe de mim, e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, que maquinalmente aprendeu” (Is 29, 13).



Bibliografia

COENEN, Lothar; BROWN, Colin. Dicionário Internacional de Teologia do Novo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 2v, 2000.

DITAT corresponde à obra de R. Laird Harris, Gleason L. Archer Jr. e Bruce K. Waltke, Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento (publicado pelas Edições Vida Nova, www.vidanova.com.br).

RUSCONI, Carlo. Dicionário de Grego do Novo Testamento. São Paulo: Paulus, 2005.

Sociedade Bíblica do Brasil: Almeida Revista E Atualizada - Com Números De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2003; 2005.








[1]Sociedade Bíblica do Brasil: Almeida Revista E Atualizada - Com Números De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2003; 2005, S. Sl 135:3

Nenhum comentário:

Postar um comentário